Realizada desde 2015, a 15ª edição da Agritec – Feira de Agricultura Familiar e Agrotecnologia do Maranhão, aconteceu em São Raimundo das Mangabeiras, no Território Cerrado Sul, nesta terça-feira, 24/04. A Feira, que tem como um dos principais objetivos promover o contato do agricultor familiar com a informação e novas tecnologias, que dão oportunidade de otimizar a produção de forma quantitativa e qualitativa.

A Agritec é uma realização conjunta entre o Governo do estado, através do sistema de Agricultura Familiar (Agerp/Iterma e SAF), além da parceria entre Embrapa/Sebrae e movimentos sociais (Aconeruq/Fetaema/Fetraf-MA/MiqCB e MST) e as prefeituras municipais.

Dentro das atividades ocorridas nesta manhã, seminário sobre questões ambientais, palestras para os feirantes sobre agroindústria, comercialização e rotulagem dos produtos, CAR – Cadastro Ambiental Rural, regularização fundiária, mercados institucionais (PAA etc), sistema de dessalinização – Programa Água Doce, extrativismo, manejo e aproveitamento de frutos do cerrado, piscicultura, produção de mudas agroecológicas do cerrado, organização e funcionamento das feiras livres, construção e funcionamento de granjas de galinha caipira, horticultura comunitária, ações da educação do campo no MA, RDC 49- inclusão produtiva, implantação de manejo de pastagem em sistema de pastejo rotacionado, além de oficinas de implantação e adesão do SISAN e Conselho Estadual de Desenvolvimento Rural Sustentável – CEDRUS, oficina de artesanato do babaçu, oficina de reaproveitamento de resíduos sólidos, stand SENAR, oficina de culinária com aproveitamento da abóbora, milho e mandioca.

O prefeito Rodrigo Coelho falou à reportagem da Folha do Cerrado, que “a agricultura familiar representa 40% da nossa economia para o estado e para o cerrado sul ela é super especial, pois estamos aqui no meio do agronegócio, estamos plantando uma semente. E tenho certeza que os 16 municípios que compõem a regional de Balsas, que compõem região do Cerrado Sul maranhense que está recebendo pela primeira vez uma feira como esta, graças ao governador Flávio Dino, só irá proporcionar troca de experiências, aprendizagem de uso de equipamentos técnicos, desde o plantio até a produção, eu tenho certeza que na visão geral, a região como um todo vai melhorar sua atividade econômica através da Agricultura Familiar.”.

Nesses 03 dias, 24, 25 e 26 de abril, acontecerá também a solenidade de assinatura de atos, com a presença do governador Flávio Dino, na manhã desta quarta-feira e palestras, oficinas e atividades diversas, com atendimento ao público pelos órgãos governamentais e bancos, durante todo o dia.

O prefeito de Fortaleza dos Nogueiras, Aleandro Passarinho, presente na Feira para apresenta a entrada do município no Polo Turístico Chapada das Mesas, também disse à reportagem, que “não foi fácil a inserção de Fortaleza na Chapada das Mesas, foi uma luta muito grande, porém tivemos êxito e agora estamos nos preparando, organizando as nossas riquezas que temos para mostrar para o turista. Quando ele chegar lá, realmente temos que estar aptos a recebê-los. Não é um processo rápido. Demora um pouco, pois depende de grandes investimento para trabalharmos a estrutura física, e nossa região não tem esse costume de receber grandes quantidades de turistas, mas vamos ser bem orientados, através do Sebrae e essa Agritec é uma porta para mostrarmos nossas riquezas naturais, nossas cachoeiras e agora vamos investir na estrutura, nas estradas, em pontes, em chalés. Enfim, num ambiente próprio para receber esses turistas maranhenses e brasileiros em geral.”.

Para Aleandro, a Agritec “é uma grande oportunidade para cada município mostrar sua potencialidade, assim como a Agrobalsas o é. Expor suas beldades produtivas e habilidades profissionais, como nós estamos mostrando as de Fortaleza dos Nogueiras.”.

Gesmar Nogueira, presidente da Câmara de Vereadores de Fortaleza e acompanhando a estande de seu município, disse que vê a feira da Agritec com “muito entusiasmo, porque está divulgando os produtos e culturas de vários municípios e nós trouxemos nossos trabalhos de avanço na área do turismo. Para ele, o esforço da secretária Joilene foi imprescindível para colocar Fortaleza dos Nogueiras no Polo do Turismo da Chapada das Mesas e esta feira  nos dá esta oportunidade de mostrar ao público. Ela é o pivô desta organização, com mini mapas, belas fotos locais e uma invejável estande.”.

As crianças e estudantes tiveram uma manhã diferente, com a apresentação de fantoches (bonecos de pano) onde conheceram várias forças que movem o homem do campo, especialmente os fatores trabalho e segurança, que contava, através de histórias o que é EPI – Equipamento de Proteção Individual e como deve ser usado o manuseio do dia a dia, na agricultura.

 

COMPANHE MATÉRIA COMPLETA NO JORNAL ESCRITO DA PRÓXIMA EDIÇÃO.

DEIXE UMA RESPOSTA