Com duas abstenções estranhas, dos deputados Alberto Filho e Júnior Marreca, da bancada federal do Maranhão, 16 parlamentares disseram sim à cassação do mandato de Eduardo Cunha, ex-presidente da Câmara Federal, nesta segunda-feira, dia 12/09.

Abaixo como votaram os deputados maranhenses:

maranhensesmaranhenses1maranhenses2

Cunha, 57, ficará inelegível por oito anos a partir do fim do mandato e só poderá voltar a disputar uma eleição em 2027 – assim, poderá se candidatar novamente aos 67 anos. Ele também perde o foro privilegiado, o direito de ser processado e julgado apenas no Supremo Tribunal Federal (STF).

Com isso, os inquéritos e ações que responde na Operação Lava Jato seguirão para a primeira instância da Justiça Federal. O STF que irá decidir se quem assumirá os casos é o juiz Sérgio Moro, que conduz a Lava Jato no Paraná, ou se os processos serão enviados para outro estado.

O lugar de Cunha na Câmara deve ser ocupado pelo suplente Marquinho Mendes (PMDB-RJ), primeiro na lista da coligação do PMDB nas últimas eleições.

DEIXE UMA RESPOSTA