O 1º dia de abertura oficial da Colheita da Soja ficou marcado pela presença em massa dos produtores agrícolas, de Balsas e região e também de outras representantes da categoria mas de regiões diferentes.

O evento aconteceu na Fazenda Cajueiro, cujo proprietário, sr. Idone Groli, recebeu os convidados com muita harmonia.

Há muito tempo, Balsas precisava de algo assim para deixar claro para o resto do Brasil que a região do Matopiba é mais forte do que se imagina e que 2015/16 é passado, apesar de a imprensa da região sul do país ter notificado erroneamente, a seu prazer, informações que tentaram denegrir a imagem do agronegócio do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia.

Para o presidente do SindBalsas, Jorge Salib, como o país está sendo passado a limpo, há uma retomada na agricultura da região e este evento trará investidores de outras áreas para o Maranhão.

O proprietário da Fazenda Cajueiro, Idone Groli, ressalta que orgulhosamente, este é um evento do município e deverá ser continuado, para que se divulgue o estado, como um dos maiores produtores.

Para ele, o agronegócio gera emprego e o estado precisa atrair investidores.

O presidente da APROSOJA do Brasil, Marcos da Rosa, demonstrou que sua vinda a este evento é uma forma de reconhecimento da fibra dos produtores da região e que a matéria divulgada em um jornal de grande circulação (Valor Econômico) não condiz com a realidade dos agricultores do Maranhão.

A produção de grãos em 2017 subiu 46,9%, conforme dados da Companhia Nacional de Abastecimento (CONAB).

O presidente da Aprosoja/MA, José Carlos, analisa a produção e o evento, que para ele são chave para a alavancada do agronegócio e diz que o agronegócio permanecerá crescendo, mesmo que boatos tenham agitado parte dos agricultores.

Para o prefeito de Balsas, Dr. Erik Silva, os agricultores amam nossa terra e vieram para somar, portanto a parceria iniciada na sua gestão deverá permanecer.

O produtor agrícola Luciano, fala sobre a importância deste evento para os agricultores de pequeno porte, para ele, o agronegócio é o que alavanca o país:

DEIXE UMA RESPOSTA