A maior feira do agronegócio do Maranhão abriu as porteiras para a visitação de pelo menos 20 mil pessoas, entre empresários do ramo agrícola, automobilístico, dentre potenciais clientes, que todos os anos aproveitam os créditos dos bancos que também participam da feira, apresentando grandes vantagens para investidores, como também alunos de escolas particulares e públicas.

A noite desta segunda-feira, ocorreu quase dentro das normalidades não fosse um leve acidente de um automóvel que derrubou um poste, provocando a falta de energia por alguns minutos, até o atraso, de praxe, das autoridades a comporem o palco de abertura, ao som do hino nacional tocada pela banda musical do Colégio Marista. Dentre as autoridades presentes estavam o vice-governador Carlos Brandão, deputados federais como Deoclides Macedo (PDT); André Fufuca (PP); Edilázio Júnior (PSD); Júnior Marreca Filho (PATRI); Senadora Eliziane Gama (PPS); Secretário da SEDES – Secretaria Estadual de Desenvolvimento, Social Rafael Carvalho Ribeiro; Secretário de Estado de Indústria, Comércio e Energia, Simplício Araújo; Secretária de Agricultura, Pecuária e Pesca, Fabiana Vilar Rodrigues, entre outros que compuseram o palco. O prefeito Dr. Erik Augusto foi um dos últimos a ser convidado para a composição.

De acordo com Gisela Introvini “há uma intuição muito forte, divina e a gente foca o tema com a nossa realidade e projeta palestrantes para que eles venham juntos idealizar a proposta”. Convidados conferencistas a nível nacional e internacional que irão discutir mercados internos, mercados externos, valor da terra, valor de produto. A feira também irá mostrar produtos vindos de São Luís, Imperatriz, Ribamar Fiquene e de diversas cidades. Desde o artesanato a produtos que às vezes não têm o merecido, valor no produto interno.

Na abertura desta Agrobalsas, cujo tema é “Valorização Territorial” presidente da Fapcen, Paulo Krenling, que afirmou esperar movimentação para mais de R$ 01 bilhão no total das negociações, manifestou suas palavras aos agricultores e aos governos que, segundo ele, não mediram esforços, em especial o vice-governador Carlos Brandão, que desde os primórdios da Agrobalsas foi quem providenciou a iniciativa e quem também, através do governo do Maranhão, negociou a compra da Fazendo Sol Nascente para fixar a sede da Fapcen e a feira do agronegócio. Paulo Krenling afirmou que o tema Valorização Territorial do MATOPI (Maranhão, Tocantins e Piaui) “nos motiva ainda mais aprimora a transferência de informações, tecnologia inovadoras. Nós temos uma região produtiva, uma boa parte do Maranhão que produz, estamos aqui gerando empregos, impostos, pessoas. Eu acho que nós temos tudo para ser um sucesso nesse Agrobalsas 2019, onde essa valorização territorial tem questões também de entraves que é um desafio, uma dificuldade para o produtor, como a parte logística, as questões ambientais mas tenho certeza que com a união do Governo do Estado e Governo Municipal vamos encontrar soluções, em conjunto, para melhorias para nossa região”.

Gisela Introvini premia o governador interino Carlos Brandão com lembrança desta 17ª Agrobalsas.

Gisela Introvini, superintendente da Fapcen, agradeceu a presenças das autoridades e justificou sua alegria pela realização de mais uma edição desta grande feira dizendo que “nossas autoridades estão aqui interagindo de fatos com os problemas da nossa agricultura, com os fatores que nos impedem o desenvolvimento sustentável. É um grande momento, sem dúvida, o Agrobalsas abrindo com chave de ouro, unindo as diferentes raças que serão logo mais apresentadas aqui mostrando o Maranhão de todos, que produz que preserva, que inclui pessoas. Esse é nosso objetivo e estamos cada vez mais alcançando”.

Comentada sobre o tema “Valorização Territorial” e sobre as apresentações, onde a dança tradicional gaúcha é vista ao lado do bumba meu boi e da capoeira, Gisela justifica que “aqui há uma mistura de raças, mostrando o Maranhão de todos”.

Mesmo com toda notoriedade que tem demonstrado em sua administração, o prefeito de Balsas, Dr. Erik Augusto, que deveria ter sido chamado para ocupar sua cadeira à frente do palco (por ser, digamos o dono da casa – comentários que rolaram entre os espectadores da abertura) e, juntamente com o presidente da Fapcen, Paulo Krenling receberem o governador interino, acabou sendo chamado depois de quase todos, ocupando lugar na segunda fileira. Mesmo assim, o gestor agradeceu a presença de todos e recebeu o troféu de patrocinador, como os demais, planejado pela organização.

O secretário Simplício Araújo, em tom propagandístico, acentuou a presença das três unidades bancárias que “…queria aqui destacar a importância, a grande importância da presença dos três superintendentes das instituições financeiras: do Ailton do Banco do Brasil, do Alisson, do Banco do Nordeste e da Patrícia do BASA. Aqui vai ter muitos negócios e esses negócios vão depender muito desses bancos do governo…”. Simplício afirmou também que o Maranhão está independente de outros estados para comprar produtos já que a produção aqui dentro tem aumentado muito. “Nós comprávamos, em 2014, 85% de tudo que consumíamos, de outros estados”. Para ele, o Programa Produzir no Maranhão, de iniciativa do governador Flávio Dino, foi o que fez o retrocesso e a produção interna subiu no mercado.

Impressionado com a grande estrutura da Agro Serra, onde passaram a manhã de segunda-feira, o vice-governador Carlos Brandão. Como mais experiente que os demais secretários e os deputados que acompanhavam, Brandão relatou a história de quando iniciou sua carreira política como secretário da Indústria do Maranhão, quando comprou, através do governo, a fazenda Sol Nascente, para a iniciativa da Agrobalsas, em 2005. Após denotar a região e o crescimento da agricultura e o desenvolvimento através do agronegócio, o vice-governador saudou todos os agricultores, que daquela época que já acreditavam nos seus projetos e de firmarem-nos aqui, “só tenho a agradecer”.

O prefeito Dr. Erik Augusto acolheu a todos, políticos e empresários que venham a conhecer a Agrobalsas 2019 e em seu discurso de boas vindas, agradeceu ao governador pelo abraço aos “projetos que Balsas tem recebido e aos que estão já sendo protocolados para entrar no mercado maranhense”. Curto em suas palavras, Dr. Erik também anunciou o que muita gente já sabia: o investimento de mais de R$ 30 milhões que empresários de fora irão investir na área do agro, nesses próximos meses, e por isso a Câmara aprovou projeto do Executivo em que amplia a área urbana do município, trazendo a região do distrito industrial e o bairro Dom Franco Masserdotti para dentro do perímetro urbano. “Não tenho dúvida que o agronegócio alavanca todo o sul do Maranhão, do Maranhão e do Brasil. Quando temos conquistas, pode ter certeza que o agronegócio faz parte dessa conquista”. Acentuou o prefeito.

DEIXE UMA RESPOSTA