Deputados federais Weverton Rocha (PDT), Zé Reinaldo (PSB) e Rubens Pereira Júnior (PCdoB) denunciaram cortes milionários feitos pelo governo federal no Fundeb (Fundo de Desenvolvimento da Educação Básica) do Maranhão.

O governo Michel Temer cortou no mês de abril R$ 224 milhões de recursos para a educação no Maranhão, referentes à devolução de repasses adiantados em dezembro de 2016 ao estado e aos municípios.

“Governo federal editou a portaria N. 565 que retira 224 milhões do Fundeb do Maranhão. Absurdo. Resistiremos. Em reunião com a Famem (Federação dos Municípios do Maranhão)”, afirmou Rubens Jr, coordenador da bancada federal maranhense, nas redes sociais.

A medida foi publicada no Diário Oficial da União, na Portaria nº 565, de 20 abril de 2017, e atinge também os estados do Ceará, que perdeu R$ 164 milhões; Bahia, com a perda de R$ 70 milhões; e Paraíba, que tem que devolver R$ 35 milhões.

O deputado Weverton Rocha denunciou a medida do governo federal contra a educação, no plenário da Câmara dos Deputados. “Estamos trabalhando para que não haja o corte que o MEC e o Fundeb querem impor ao Maranhão. Ao todo são R$ 224 milhões de recursos a menos”, disse.

Os deputados Weverton, Rubens Jr, Zé Reinaldo (PSB) e Juscelino Filho (DEM) estiveram reunidos com o presidente da Famem, Cleomar Tema, para discutir estratégias visando convencer o Ministério da Educação a rever o corte nos recursos do Fundeb para o Maranhão e outros estados do Nordeste.

 

CONFIRA VÍDEO DO DEPUTADO NA ASSEMBLEIA:

https://twitter.com/i/web/status/856658941014626305 …

DEIXE UMA RESPOSTA