Apesar de mais distante, no bairro São José, a 07 km do centro – o prédio anterior era na Praça dr. Roosevelt Cury, centro -, funcionários e seus familiares do CAPs 3 festejaram a conquista do novo prédio e da ambulância, com a realização de um almoço coletivo neste domingo, 18/11.

Além dos agradecimentos pela união de todos, o coordenador da unidade, Fabrício Galvão também lembrou que “uma andorinha só não faz verão” e que todos unidos no mesmo esforço “conseguimos este bem maior para a comunidade capsiana de nosso município”.

Mas a distância não é nada se compensada pelos esforços do prefeito dr. Érik Silva para dar à instituição uma ambulância própria, originada de emenda parlamentar conquistada pelo deputado Júnior Marreca.

Ainda sob choque inacreditável do que havia recebido como coordenador, Fabrício disse à Folha do Cerrado que “foram muitos anos de lutas e agora de conquista, é claro. Para nós é uma satisfação muito grande, porque a saúde mental parou durante 13 anos com o CAPs 1 e não tinha essa evolução para chegar no CAPs 3 e depois de muita luta, porque toda gestão anterior esqueceu o CAPs e essa não. Essa lembrou do CAPs e quando lembrou, foi bem lembrado, porque inauguramos o CAPs 3 e junto com ele, um veículo que é a Van para transporte de todos os pacientes. Então, foi um presente mais que perfeito, porque aconteceu tudo. Com CAPs 3 vamos poder prestar assistência correta, uma assistência contínua do paciente poder ficar internado por 24 horas. Tudo muito perfeito e agradecer muito a nossa gestão em nome do dr. Luis Flávio e do dr. Érik.”. Exaltou o coordenador.

O novo prédio, próximo à Chácara do Aguiar, no bairro São José, possui todos os cômodos necessários para o atendimento ao paciente e acomodação dos acompanhantes, que agora passou para 24 horas, ininterruptas e ambulância para transporte dos pacientes.

DEIXE UMA RESPOSTA