Neste domingo, familiares, amigos e toda a corporação da Polícia Militar fizeram homenagens durante o funeral do Sargento Gilvan Alves da Silva, morto por dois bandidos em reação a um assalto.

Por volta das 04h00 da madrugada de sábado para domingo, o sargento Gilvan, que havia acabado de sair de uma festa de fim de ano, foi até um restaurante na beira da BR 230, próximo à velha rodoviária de Balsas, quando dois elementos adentraram no local dando voz de assalto. Em seguida o policial conseguiu dominar o primeiro assaltante, mas foi alvejado pelo segundo, na cabeça. Vindo a óbito no local.

Fotos de Janeto Oliveira
Fotos de Janeto Oliveira

Durante os discursos dos colegas do policial, o capitão Dias, pede para que suas duas filhas dêem comenda de irmandade às duas filhas do sargento morto, e promete adotar as duas jovens, que segundo ele “sempre falava nelas e queria vê-las formadas”.

Ainda, se a tarde em Balsas era de alegria pela posse  do novo prefeito, no 4º BPM a tristeza e a indignação era alvo de muitas palavras de saudades pelo pai e amigos dos policiais que estava se despedindo. A corporação do GOE fez a oração do grupo, que segundo o capitão Rogério, todas as vezes que saem à luta é proferida, foi também parte das despedidas.

As filhas do sargento Gilvan agradeceram pelos apoios nestas horas de tormentos, em plenas comemorações de passagem de ano. Mas pelo que todos perceberam, é que elas irão se apoiar nos próprios ombros, com uma ausência tão marcante em suas vidas.

 

DEIXE UMA RESPOSTA