Foto: Karlos Geromy/OIMP/D.A.Press.Brasil

O Instituto Maranhense de Estudos Socioeconômicos e Cartográficos (IMESC) divulgou, dia 17/07, a Nota Bimestral de Comércio Varejista, referente aos meses de março e abril de 2019.

De acordo com a publicação, o volume de vendas do varejo ampliado do Maranhão caiu 1,8% em abril de 2019 na variação mensal, puxado pela queda das vendas no segmento de Hipermercados e Supermercados. Em contrapartida, a categoria de Veículos, motos, partes e peças cresceu em abril, puxado pela venda de 6.626 unidades de veículos novos, segundo dados da FENABRAVE, com crescimento de 8,76% em abril de 2019 frente ao mês anterior.

Bimestral, a nota utiliza indicadores para analisar a evolução do consumo sobre a atividade econômica no comércio varejista estadual tendo como referência os dados do Brasil.

A análise completa do Comércio Varejista encontra-se disponível no site do IMESC, no link: http://imesc.ma.gov.br/portal/Post/view/comercio-varejista/299.

Nota de Comércio Varejista

A nota analisa o comportamento do comércio varejista no cenário estadual e nacional, por meio dos dados da Pesquisa Mensal do Comércio (PMC), divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), além dos dados da inadimplência de pessoa física no Brasil e no Maranhão.

Analisa-se, também, o comportamento do comércio varejista no Estado do Maranhão utilizando os dados da PMC, fazendo uma abordagem sobre o desempenho do volume de vendas do comércio varejista nas modalidades restrito e ampliado.

São utilizados os dados da dados da Secretaria de Estado de Fazenda (SEFAZ/MA) para análise dos segmentos do comércio varejista e dados do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) / Câmara de Dirigentes Lojistas de São Luís (CDL São Luís) para análise do nível de inadimplência das famílias maranhenses.

DEIXE UMA RESPOSTA