Inaugurada nesta última sexta-feira, 03/08, ponte de concreto sobre o Rio Balsas, no município de Sambaíba/MA, 720 km da capital. O evento contou com a participação da população, do prefeito Aleandro Passarinho e do presidente da Câmara de Vereadores (ambos de Fortaleza dos Nogueiras), do superintendente do Governo do Estado Félix Resplandes, do prefeito de Sambaíba, dr. Santana e autoridades locais.

A construção da ponte de concreto, com passarela, que liga a Ilha de Balsas à região sul do vizinho estado do Piauí, com 174 m de comprimento e 15 de altura ficou orçada inicialmente pela empresa Construtora Domus Ltda. em R$ 12.073.796,65. A construção teve início em 17/10/2014.

Félix Resplandes, camisa branca, ao lado do prefeito dr. Santana, camisa roxa

Para o representante de Governo, Félix Resplandes “é um monumento, é uma ponte de primeiro mundo, é uma ponte realmente muito boa, com bastante segurança e garantia. Para nós, enquanto representante do governo aqui, a gente sente que é uma realização do governo, mas também é uma realização do povo do sul do Maranhão”. E concluiu. “Essa é uma das grandes obras estruturantes do Maranhão inteiro, não só essa ponte, mas o Hospital Regional de Balsas”.

O prefeito, dr. Santana, emocionado, disse “eu tenho prazer de ser prefeito dessa cidade inaugurando a maior obra estruturante do sul do Maranhão. Isso prova e comprova que o município de Sambaíba tem um poder econômico muito grande e isso faz comprovar a minha determinação e meu empenho por essa ponte, desde quando ela estava no papel, no projeto. Aí, no dia da licitação eu estava lá na sala de licitação ouvindo chacotas, brincadeiras, mas fui perseverante e desde esse dia, queira ou não queira, eu sou fator preponderante nessa ponte aqui, porque eu acompanho desde quando ela era margeada de eucalipto”. Sobre a oposição ou contestação, ele falou: “Ouvi gozação: ‘ponte de Santana vai ser de eucalipto’, e hoje nós estamos em cima da ponte”. E concluiu dizendo que “a ponte é do povo de Sambaíba, foi feita para o povo de Sambaíba. Quem menos vai passar sobre ela, sou eu”.

Foto: Talles dantas

A ponte de madeira da cidade que era tida como cartão postal para os moradores da região e já havia sido interditada a pedido do Ministério Público, desde então carros grandes não podiam transitar por ela. Na madrugada de 19 de agosto de 2016 a ponte de madeira foi de água abaixo, deixando os transeuntes e transportes atravessarem somente em canoas, barcos e no pontão que atravessa o rio diariamente, cobrando pedágio, o que dificultava, em parte, o transporte de grãos e mercadorias na região.

Antiga ponte de madeira
Pedestres cruzam pela primeira vez pela passarela da nova ponte.
Ponte com 174 m.

DEIXE UMA RESPOSTA