Em uma pesquisa realizada em rede social (Facebook), o internauta Francisco Garcia busca respostas para avaliação dos serviços prestados pelos Correios de Balsas/MA.

Na avaliação de muitos dos usuários, que postaram seus comentários no face do Nicó, o posto de Balsas é apenas uma amostra do que acontece no resto do Brasil, como “Péssimo o atendimento e ruim etc.. Eu ja paguei 2 fatura do meu cartão de crédito e nunca chegou a senha do cartão”. Ou quanto ao atendimento: “vc chega lar tem duas pessoas pra atender, na entrega de encomendas essa semana tive que ir lá pra retirar uma encomenda, pois eles tinham molhado e ficou rasurado, mais como estava bem embalado não deu problema, precisa ter mais agilidade e responsabilidade com os clientes…”.

De acordo com uma avaliação promovida pela própria empresa, através da Fundação Nacional da Qualidade (FNQ), em 2014 a prestadora de serviços postais alcançou 510 pontos dentro de uma escala de 1.000 pontos possíveis na avaliação da FNQ. Em 2010, havia obtido 113 pontos e 374 pontos no ano seguinte.

O trabalho da FNQ é baseado no Modelo de Excelência da Gestão, uma metodologia de avaliação, auto avaliação e reconhecimento das boas práticas de gestão. O modelo define uma base teórica e prática para a busca da excelência, dentro dos modernos princípios da identidade empresarial e do atual cenário do mercado.

Muitos fatores foram acrescentados para que a deficiência nos serviços de entrega dos Correios fossem aumentados, como compras pela internet, pagamentos de contas que antes eram em bancos e passaram a ser recebidas nos Correios, entre outros serviços postais.

Em Balsas, muitos veículos (carros e motos) foram recebidos, porém, em contrapartida, os funcionários alegam a falta de endereçamento ou enumeração correta dos logradouros e residências. Também, funcionários dos Correios têm falado sobre o crescimento de bairros, como a geração de novos bairros, cujas casas não estão enumeradas sequencialmente.

Falta de funcionários:

Em abril de 2017, funcionários da empresa, no Maranhão, entraram em greve alegando vários motivos. Em novembro do mesmo ano a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, por meio da Diretoria Regional do Maranhão, abriu edital de processo seletivo para seleção de um estagiário de nível superior, além de formar cadastro reserva para estudante matriculado a partir do 3º semestre. Mesmo assim a prestação de serviços continua caindo na insatisfação popular dos usuários.

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA