De acordo com pesquisa realizada pela Mobile Time e a Opinion Box, com o patrocínio da Infobip, uma das maiores plataformas próprias de mensageria e comunicação do mundo, 53% dos usuários de WhatsApp no Brasil gostariam de fazer pagamentos e transferências bancárias pelo aplicativo. Destes, 44% prefeririam ter uma conta bancária criada pela plataforma, 37% gostariam de pagar com sua conta bancária tradicional e 19% optariam pelo cartão de crédito.

“Esses dados mostram que estamos seguindo a tendência do mercado oriental”, analisa Yuri Fiaschi, head of Americas da Infobip. “Lá, as plataformas de mensageria se transformaram em superaplicativos, nos quais é possível efetuar transferências bancárias e, na sequência, solicitar uma refeição a um serviço de delivery. É um mercado que ainda tem muito espaço para crescer no Brasil, já que o WhatsApp começou a operar de forma comercial recentemente.” Em agosto, o WhatsApp anunciou oficialmente que poderia funcionar como canal de comunicação entre grandes marcas e seus consumidores, muito embora o aplicativo já fosse utilizado dessa maneira informalmente.

Usuários querem se comunicar com marcas via aplicativos de mensagem

O levantamento do Mobile Time também revelou que a proporção de usuários ativos mensais (MAU) cresceu entre janeiro e julho deste ano em comparação com a edição anterior dessa pesquisa. No WhatsApp, o índice de usuários que conversam com marcas por meio do aplicativo cresceu de 55% para 63% no período. Os concorrentes Facebook Messenger (de 51% para 57%) e Telegram (de 48% para 55%) também experimentaram o mesmo fenômeno.

A resistência do consumidor brasileiro em se comunicar com marcas por meio de aplicativos de mensagem também diminuiu. No WhatsApp, subiu de 53% para 60% o índice de usuários abertos a receber mensagens promocionais na plataforma. No Facebook Messenger, o aumento foi de 46% para 53%; no Telegram, foi de 48% para 54%. As principais finalidades de se comunicar com marcas via aplicativos de mensagem são tirar dúvidas ou pedir informações, receber suporte técnico e receber promoções.

“Esse levantamento reforça a mudança de comportamento do consumidor brasileiro em relação à forma de se comunicar com as marcas, ainda mais agora que o WhatsApp entrou no jogo de vez”, comenta Fiaschi, “Embora essa mudança de comportamento seja demorada, acredito que será um processo profundo e irreversível, visto que as próximas gerações tendem a usar aplicativos de mensageria cada vez mais para se conectar às marcas de sua preferência.”

Para a pesquisa, foram entrevistados 1.984 brasileiros que acessam a Internet e possuem telefone celular. A margem de erro é de 2,2 pontos porcentuais.

Sobre a Infobip

A lnfobip opera uma das maiores plataformas próprias de mensageria e comunicação do mundo, projetada para conectar operadoras de redes móveis e empresas. Nossos escritórios em seis continentes e nossas parcerias estratégicas com os maiores grupos de telecomunicações garantem integração e entregas perfeitas. Sempre buscando inovar, promovemos uma filosofia que coloca o negócio do cliente em primeiro lugar. Por estarmos presentes mundialmente, somos um provedor de confiança para milhares de clientes ao redor do globo. Trabalhamos localmente em 190 países, com mais de 300 operadoras parceiras, para obter ainda mais conhecimento sobre os mercados de mensageria.

 

 

Por RP1 Comunicação

DEIXE UMA RESPOSTA