A escritora balsense morreu nesta madrugada, em Imperatriz. Edilza Virgínia Pereira, além de cirrose ela já vinha apresentando sérios problemas de saúde desde o início do ano.

A ex-secretária de Cultura do município, escreveu o atual hino de Balsas “Avante Balsas”, em 1988 e escreveu alguns livros como “Balsas, Princesinha do Maranhão”. A implantação do atual Museu do Sertão, onde os turistas pudessem encontrar relíquias do passado locais e sua luta por uma biblioteca municipal, para ajudar os estudantes.

Exemplo de mulher Edilza, católica e dedicada à educação, ela estudou, depois da escola Dom Daniel Comboni, se formou na Universidade Regional do Cariri-URCA, foi Diretora de Cultura na EMATER-MA, em 2014 foi homenageada pela Câmara Municipal de Vereadores  com a comenda “Mulher nota 10”.

O velório acontecerá a tarde, assim que o corpo chegar de Imperatriz.

 

DEIXE UMA RESPOSTA