O que já é uma tradição de anos, entre vendedores de flores artificiais e velas, no Dia dos Finados, em vários cemitérios de Balsas, é o canto dos Divinos. Bandas formados por pessoas idosas, que rezam em forma de canto, ao som de uma sanfona e zabumba e que tem como alegoria uma bandeira característica do Divino.

Muitas pessoas pedem para estas bandas tocarem sobre os túmulos de entre que se foram desta e que podem ainda estar no meio do caminho para o céu, como disse uma das cantoras.

Algumas tocam de graça, apenas pagando promessas, outras tocam em troca de alguns reais, mas todas têm a mesma função e o mesmo desejo para com as almas.

Esta banda, por exemplo, veio de Tasso Fragoso, cidade vizinha 100 km de Balsas, a pedido de parentes de duas pessoas mortas daquela cidade, mas no final das contas, acabou tocando e cantando para mais outras de Balsas a pedido de parentes.

Ouça o que diz a letra dos hinos:

 

DEIXE UMA RESPOSTA