Apenas o Banco da Amazônia (público) decidiu aceitar a proposta de 8% de reajuste, abono salarial de R$ 3,5 mil e aumento percentuais no vale refeição, alimentação e creche.

Foi decidido ontem, durante reunião do Sindicato dos Bancários do Maranhão, que toda a rede privada de bancos volta às atividades a partir de hoje em todo estado do Maranhão. Já os bancos da rede pública, como Caixa Econômica Federal, Banco do Nordeste e Banco do Brasil seguem com a greve, aguardando novas negociações.

Apenas o Banco da Amazônia (público) decidiu aceitar a proposta da Federação Nacional do Bancos (Fenaban) de 8% de reajuste, com abono salarial de R$ 3,5 mil e aumento percentuais no vale refeição, alimentação e creche.

A proposta da Fenaban prevê ainda 8% de reajuste salarial e abono de R$ 3,5 mil, além de elevação de 10% no vale refeição, auxílio creche e de 15% no vale alimentação. Os dias parados, ainda de acordo com os bancários, serão anistiados.

 

DEIXE UMA RESPOSTA