Na tarde desta quarta-feira a nova diretoria eleita da Fapcen 2017 anunciou mudanças no estatuto e código de atividade da instituição, também recebeu a prestação de conta e mostrou os projetos para o Agrobalsas 2016.

O produtor rural Paulo Roberto Kreling, é engenheiro agrônomo e passa a ocupar a presidência da Fapcen. Ele era o vice-presidente e afirmou dar prosseguimento às parceiras como Sindibalsas, Aprosoja, Associação dos Engenheiros Agrônomos e da sociedade agrícola.

capa

A nova diretoria para o biênio até Dezembro 2018 ficou composta da seguinte forma:
Paulo Roberto Kreling, presidente.
Anderson Gorgen – Vice-presidente
Idone Luiz Grolli – Tesoureiro
Márcio Antônio Martins – Secretário
Francisco de Assis Alves Cunha – Diretor Jurídico
Francisco Pugliese – Diretor de Ação Social
Lisiane Honaiser – Diretora Cultural
Oswaldo Massao Ishii Júnior – Diretor Adjunto

Superintendente – Gisela Introvini

dscn3197

As mudanças no estatuto e código de atividade da instituição foram comentadas por Gisela Introvini – Superintendente da Fapcen: “para se adequar à nova realidade a Fapcen aprovou mudanças no código das atividades e no estatuto. “Estamos saindo de um modelo e nos adequando a nova realidade. Colocamos a personagem do diretor cultural, porque o Agrobalsas é também promoção de cultura. Com isso teremos mais facilidades para trazermos artistas, realizarmos shows, teatros. Em 2016 o Agrobalsas recebeu 5 mil crianças. Um novo público sedento por informações, por diversão, por lazer. A mudança foi para tirar os componentes sementeiros que hoje estão reduzidos no estado e acrescentar esse novo direcionamento, onde o Agrobalsas passa a ser um show de tecnologia, informação e cultura. Essa é a nova proposta”. Informou Gisela.

DEIXE UMA RESPOSTA