Policiais Militares foram agraciados pela Câmara de Vereadores pelo ato de bravura durante momentos de pavor quando a garota Lais, 17, se tornou refém do ex-namorado Paulo Ricardo.

Os policiais receberam dos vereadores moções de aplausos, na sessão ordinária desta segunda-feira, de autoria do presidente da Câmara, Moisés Coelho e do vereador Sgtº Lusivaldo Lira.

Lais Motta agradeceu mais uma vez aos PMs e disse que deve a eles e a Deus mais uma segunda chance de viver e que “vou fazer valer essa segunda chance, fazer o melhor que puder para viver melhor”. Lais disse que, com isso, percebeu o quanto existe “muita gente que me ama. Que estava me esperando lá fora”.

O comandante também recebeu os agradecimentos, mesmo porque, à distância, em São Luis, pode orientar os policiais, acalmar a vítima e o meliante, para que os procedimentos fossem seguros, rápidos e práticos, como realmente aconteceu. “Mas, sobretudo, sem acidente piores”. “Confiei no trabalho dos meus colegas, pois estão sempre se capacitando para atitude como essa”. “Agradecemos a Câmara de Vereadores pelo reconhecimento, porque, na maioria das vezes, nós só somos lembrados pelos erros e quase nunca reconhecidos pelos acertos; graças a Deus, muitos acertos estão acontecendo.”. “Poderíamos ter dado um tiro nele e salvado a vítima com mais segurança, mas não. Procuramos preservar a vida.”. Completou o comandante.

Os homenageados pela ação foram o Major Gilberto, Major Jean Levi e o Cabo Timóteo e os PMs do GOE e da Força Tática.

Para o vereador sgtº Lusivaldo Lira, “eles (os policiais) fizeram a negociação e conseguiram dominar o infrator, resgatando a jovem, que viveu, talvez, o pior momento de sua vida. Essa ocasião é de reconhecimento, de agradecimento e dizer que temos uma polícia preparada, que, na pessoa do Coronel Medeiros, tem realizado um trabalho a contento”.

O presidente da Câmara, vereador Moisés Coelho salientou que “com a bela atuação da Polícia Militar, o fato teve um desfeche favorável em que as vidas foram salvas e a jovem liberta. A Câmara de Vereadores faz esse reconhecimento público a todos os policiais envolvidos que demostraram coragem, bravura e humanidade da condução do caso”.

DEIXE UMA RESPOSTA