Com o objetivo de transformar a realidade do município de Balsas, por meio da implantação de políticas de desenvolvimento voltadas para a área econômica e social, aprimorando o ambiente dos negócios e gerando cada vez mais soluções acessíveis aos empreendedores locais, o prefeito Erik Augusto Costa assinou na manhã desta terça-feira, 10, o termo de adesão ao Programa Cidade Empreendedora, idealizado e executado pelo Sebrae.

 

A solenidade contou com a presença do diretor superintendente do Sebrae estadual, Albertino Leal e do diretor técnico, Mauro Borralho, que frisaram os benefícios proporcionados ao município pelo programa. Ainda participaram da assinatura, as equipes técnicas do Sebrae em Balsas e prefeitura local, por meio dos secretários municipais responsáveis pela continuidade das ações de desenvolvimento que serão implantadas pelo Cidade Empreendedora em Balsas.

 

“O Sebrae é um grande parceiro dos empreendedores de Balsas e da Prefeitura Municipal. Agora intensificará a sua atuação com mais esse convênio para fomentar o desenvolvimento dos pequenos negócios locais. Ficamos muito satisfeitos com a parceria e queremos iniciar o quanto antes os serviços de orientação e apoio logístico aos empreendedores balsenses. A cidade possui o terceiro maior PIP do Maranhão e cresce continuamente por conta, também, dos pequenos negócios que se instalam por aqui”, ressaltou o prefeito.

 

O programa

Além de Balsas, o Cidade Empreendedora está sendo aplicado em mais 11 municípios maranhenses: Bacabeira, Colinas, Cururupu, Guimarães, Governador Edison Lobão, Grajaú, Imperatriz, Matinha, Pastos Bons, Santa Rita e São Luís.

 

Por meio de três pacotes de soluções – Essencial, Premium e Ultimate, o Cidade Empreendedora oferece 16, 26 e 33 soluções, respectivamente, que podem ser contratadas pelo poder público, conforme as necessidades dos municípios.

 

As soluções do Cidade Empreendedora oferecem um atendimento integrado de gestão abrangendo os eixos Desburocratização, Atores do Desenvolvimento, Sala do Empreendedor, Compras Públicas, Educação Empreendedora, Pesquisa e Planejamento Estratégico, Plano de Desenvolvimento Econômico e Mapeamento de Oportunidades. O Sebrae tem um prazo de 18 meses para executar as ações de cada pacote de soluções.

 

“O Cidade Empreendedora oferece ao gestor municipal ferramentas necessárias para desenvolver uma gestão pautada no empreendedorismo, trabalhando desde a Educação Básica, preparando os jovens para o mercado, orientando os empreendedores rurais e urbanos a terem uma geração de renda que lhes dê qualidade de vida, melhorando os indicadores da gestão pública como o aumento da arrecadação, a queda no índice de desempregos, entre tantos outros benefícios que, futuramente, vão propiciar ao município o desenvolvimento sustentável tão almejado pelos prefeitos em todo o país”, analisou o diretor superintendente do Sebrae, Albertino Leal Filho no ato da assinatura do contrato do Cidade Empreendedora em Balsas.

 

 

Por Ângela Barros/Sebrae/Balsas

DEIXE UMA RESPOSTA