Pista sem cerca e iluminação e com rachaduras na pista.

Juntamente com o secretário de Estado da Indústria, Comércio e Energia do Maranhão, Simplício Araújo; de Estado de Agricultura e Pesca, Márcio Honaiser; secretário municipal de Desenvolvimento Agroindustrial, Daniel Grolli; presidente da Câmara, vereador Moisés Coelho; presidente do SindiBalsas, Jorge Vieira Salib e do comendante do 4º BPM, cel. Juarez Medeiros, o prefeito de Balsas/MA dr. Érik Augusto Silva assinou a ordem de serviço para a reforma do aeroporto, que tem o prazo de 30 dias para entrega a contar da data da assinatura, na última terça-feira, 19/12/2017, ao custo de R$ 1.300.000,00.

O evento aconteceu em um angar, com o testemunho ocular de várias autoridades, onde registraram a assinatura do contrato de serviços de manutenção (melhoramentos e conservação) de pavimentos flexíveis, sob responsabilidade da empresa Cosampa Projetos e Construções Ltda.,  e foi anunciado também que a partir desta terça-feira, todos os proprietários de aeronaves estacionadas no aeródromo deverão recolhê-las para outro espaço até o término da reforma.

Entusiasmado com tantas obras sendo realizadas no município e principalmente com esta, o prefeito dr. Érik, em entrevista à Folha do Cerrado, disse que “o aeroporto de toda a cidade é um polo gerador de desenvolvimento. Uma cidade sem aeroporto diminui os investimentos. O aeroporto de Balsas, como a população sabe, não está legalizado para pousos e decolagens, portanto aviões de maior porte já não estão sendo possíveis de pousar aqui na nossa cidade.”.

O prefeito disse ainda que “essa reforma será realizada na pista do aeroporto e vai tornar o aeroporto de Balsas legalizado para pousos e decolagens, dessa forma permitido o desenvolvimento econômico da nossa região.”. Agradeceu aos secretários Simplício Araújo e Márcio Honaiser, “que conseguiram viabilizar junto ao governador Flávio Dino essa grande obra para a cidade de Balsas”.

CONFIRA GRAVAÇÃO COM O PREFEITO DE BALSAS:

 

Por ser uma reforma, o secretário municipal de Desenvolvimento Agroindustrial Daniel Grolli disse que “o aeroporto tinha problemas antigos, construído há muitos anos, precisa dessa reforma com a durabilidade que vai atender nossa cidade por muitos anos à frente. Esse foi um pedido que fizemos ao governador Flávio Dino logo no início do nosso mandato, na presença do secretário Márcio Honaiser, que nos levou até o governador, pois também tivemos uma pessoa muito forte nesse processo que foi o secretário Simplício Araújo. Logo na primeira reunião que tivemos ele deu carta branca, por isso está aqui hoje anunciando essa grande obra que vai gerar mais desenvolvimento para nossa cidade. Dessa forma, os empresários que vem para investir na nossa cidade, gerar emprego, gera renda, vão chegar com tranquilidade. Vamos procurar trazer linhas aéreas para que Balsas se aproxime mais dos grandes centros econômicos. Isso não é investir na elite de maneira alguma, isso é investir para que nossa cidade fique economicamente forte e quem vai se beneficiar são os mais necessitados, porque isso vai gerar emprego e renda para todos.”.

Daniel Grolli também ressaltou a questão do novo aeroporto, dizendo que “existe um projeto acontecendo a nível de governo federal, na Secretaria de Aviação Civil (Anac). Está numa fase de estudos. Eles já vieram aqui mas foram bem claros: isso é um projeto de aeroporto grande, que vai acontecer nos próximos 05 anos. É o aeroporto com um terminal de passageiros e de cargas. Isso vai ser possível, mas não é para esse momento. Isso é um projeto que como os técnicos da secretaria da Aviação Civil me falaram, leva em média de 03 a 05 anos para começar. Mas enquanto isso Balsas não vai ficar parada. A cidade vai continuar podendo dar acesso aos empresários que querem investir aqui, para trazer o desenvolvimento econômico para nossa região”. Concluiu o secretário Daniel Grolli.

Sobre o novo aeroporto, o secretário municipal acentuou que só depende da liberação do governo federal:

 

O empresário de aviação Eduardo Canedo, que há anos transporta pessoas até mesmo com problemas de saúde para outras cidades, inclusive à noite, respondeu à Folha do Cerrado sobre a melhoria do aeroporto, dizendo que “a iniciativa pública agiu no momento oportuno. O período chuvoso é um pouco complicado. Todos sabem que vai melhorar com o aeroporto de Balsas. E a consequência desse serviço virá provavelmente com a linha aérea, que é um gargalo a mais que se abre para as empresas enfim, para todos os segmentos chegarem na nossa cidade. Isso é de extrema importância para toda cidade em desenvolvimento e cidades desenvolvidas têm o aeroporto com o mínimo de segurança, pista de pouso com cerca fica mais protegida para que todos operem com segurança. Esse é o que é mais importante.”.

Perguntado sobre o transporte de pessoas enfermas que precisam sair com urgência, enquanto muitos carros correm para a pista para iluminar a decolagem de voos, Eduardo Canedo ressaltou que “gostaria muito que fosse o último o que fez com pessoas doentes. Que não viesse acontecer mais nenhum acidente, nenhuma necessidade de uma ação daquelas. Porque é um risco que todos sabemos, mas as pessoas acidentadas têm o filho, têm um pai, uma mãe ou avó e que preciso de um apoio naquele momento, então isso nos motiva a tentar ajudar e se fosse um filho meu, ou meu pai e minha mãe, eu gostaria que ninguém precisasse mais desse tipo de apoio aqui. Já teve mês de sair com 18 doentes. Balsas já tem suporte para atender as mulheres grávidas, para atender os idosos e outras situações. Espero não precisar deste aeroporto para transportar pessoas doentes, mas pessoas com saúde e que venham para um turismo ou a negócios.”.

Em nome dos empresários do campo e de todos os produtores, o presidente do SindiBalsas – Sindicato dos Produtores Rurais de Balsas, sr. Jorge Salibe, respondeu à nossa reportagem, sobre a importância do aeródromo para os produtores que “não vejo tanto na questão de pulverização, onde os aviões precisa decolar para as fazendas, eu vejo mais como uma ferramenta fundamental para desenvolvimento da nossa cidade. Eu acho que isso aqui demonstra bem o prestígio dos nossos políticos que estão na administração, na gestão do nosso município, trazendo recursos. Balsas perdeu muito pela falta de ter um aeroporto seguro para trazer os empresários e pessoas que empreendem para cá. Então isso aqui é desenvolvimento e segurança, é tudo que a população estava, entre as muitas prioridades, que são muitas da nossa cidade, essa aqui enumero como a primeira. Porque a partir daí é que as coisas acontecem. Então isso aqui é fundamental e parabéns a essa administração que conseguiu resolver um problema que a tanto tempo a nossa cidade é carente”.

Funcionários da Cosampa prontos para o início das obras, no mesmo dia da assinatura da Ordem de Serviço.

Para o secretário Márcio Honaiser, “é uma obra que já deveria há muito tempo estar pronta e ter resolvido este problema, para que pequenas aeronaves como jatos e turboélice pousem, trazendo novos empresários e emprego para a população.”.

DEIXE UMA RESPOSTA