A produção agrícola do Maranhão na safra 2015/16 baixou para níveis inferiores aos da colheita 2007/08, segundo levantamento (último da série) da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) divulgado nesta terça-feira (06). De acordo com a estatal, foram 2,481 milhões de toneladas de grãos, este ano, contra 2,520 milhões de oito anos atrás, ou seja, mais de 100 mil toneladas a menos.

Os números deste ano são também bem próximos da safra 2005/06, quando foram colhidas no estado 2,298 milhões de toneladas de grãos, ou seja, o estado regrediu uma década, lembrando que a safra 2014/15, herdada pelo atual governo, foi de 4,135 milhões de toneladas, quase o dobro da atual.

Alguns números chamam atenção, como, por exemplo, a colheita de arroz, que foi de 699 mil toneladas, na safra 2007/08, e este ano caiu para apenas 268,3 mil, ou seja, bem menos do que a metade do que o Maranhão produzia há cerca de dez anos, lembrando que na safra 2006/07, a produção deste grão foi de 710 mil toneladas. O plantio de 2014, colhido ano passado, deu uma produção de 496 mil.

Quanto ao feijão, a produção deste ano, 39,3 mil toneladas, é menor que a de 2008, quando foram colhidas 39,6 mil toneladas, praticamente igual à da colheita da safra 2006/07, que foi de 39,5 mil toneladas. Na safra 2014/15, o Maranhão colheu 49,0 mil toneladas.

Uma das culturas em que o desempenho deste ano é bem melhor do que o da safra 2007/08 é a de milho, que o levantamento atual aponta para 874,4 mil toneladas, praticamente o dobro de há oito anos, quando ficou em 490 mil. Na safra passada (2014/15), porém, esta produção tinha sido de 1,469,2 milhão de toneladas.

No que diz respeito à soja, a colheita deste ano, que foi de 1,250 milhão de tonelada, é menor do que há oito anos, quando foram colhidas 1,262 milhão de toneladas. Na safra 2014/15, o Maranhão colheu 2,069 milhões de toneladas do grão.

Em dezembro de 2014, a poucos dias da instalação do novo governo, ao participar do início da colheita de arroz no município de Arari, o secretário estadual de Agricultura, Márcio Honaiser, disse que o nível da produção agrícola maranhense estava muito aquém das metas traçadas pelo governador Flávio Dino e prometeu que na safra deste ano o Maranhão já estaria produzindo, no mínimo, o dobro da colheita de 2014.

DEIXE UMA RESPOSTA