A empresa licitada para administrar o Terminal Rodoviário de Balsas – Moizemar Pires Coelho é a RMC Comércio e Serviços por 10 anos já iniciou os trabalhos neste 1º de agosto, mas tem até dia 15 para colocar a rodoviária em funcionamento normal, conforme anunciou Ricardo Medeiros Costa Jr., sócio proprietário, e que está aguardando as demais empresas prepararem seus guichês de bilheteria e boxes de alimentação, serviços etc., ao todo 10 ambientes de acomodação e serviços ao público.

A nova rodoviária de 8.000 m² custou aos cofres públicos do município R$ 2.300.000,00, com amplo estacionamento, espaço de embarque e desembarque para ônibus e lotações (Vans credenciadas pela MOB), também contém local para táxi e mototáxi. A taxa de embarque será de R$ 3,00 para ônibus e R$ 1,5 para Vans, por passageiro, além da taxa de estacionamento. Não será cobrada taxa para uso da plataforma “conforme é cobrado em outros lugares”, disse Ricardo.

Ricardo Medeiros disse que, com estas taxas “você vai ter uma rodoviária constantemente mais limpa, os banheiros mais limpos, você vai ter uma oferta de serviços com qualidade. E é isso que a população mais quer”. O administrador afirmou ainda, que a rodoviária funcionará em horário que dependerá do movimento, podendo ficar aberta até 24 horas, com 12 funcionários, segurança e manutenção, conforme consta no Edital de Licitação. Sobre a contratação de empresas de alimentação e serviços diversos que deverão atender aos usuários, a RMC deverá manter, primeiramente aos antigos proprietários, “desde que atendam o novo padrão de qualidade e as mesmas exigências definidas no edital e proposta técnica. Caso não atendam, abriremos solicitação para novos empreendedores, assim que estes espaços forem ficando vagos”.

A RMC Comércio e Serviço é a mesma empresa que administra os terminais rodoviários de São Luis e Imperatriz, que atualmente necessitam de reformas e aguardam a liberação de processo licitatório.

Ricardo Medeiros Costa informou também que para ser proprietário de um box na nova rodoviária, a administração expõe os requisitas necessários, como “ter uma diversidade de alimentação, não pode ser todo mundo vendendo a mesma coisa. Tem que ter um padrão de higiene, autorização da Vigilância Sanitária. Tem que ter um padrão de qualidade nos serviços, dentre outros principalmente a variedade de alimentação”. Para Ricardo, o terminal rodoviário deve ser um espaço que a pessoa venha para viajar mas que também venha para fazer uma refeição decente, venha para poder aproveitar o novo espaço que a prefeitura fez aqui para população”. Para ele, a prefeitura fez mais um espaço para diversão e “inclusive a rodoviária de Balsas não perde para nenhuma outra rodoviária do estado e de outros estados”. E concluiu: “inclusive e a gente espera que a população goste do trabalho a ser desempenhado aqui, também dando sugestões para que a gente melhore sempre, esteja em processo de melhoria dos serviços que estão sendo implantado aqui agora”.

1 Comentário

DEIXE UMA RESPOSTA