O Sebrae atua fortemente no Polo Turístico da Chapada das Mesas com orientação, consultorias e capacitações buscando profissionalizar o segmento na região.

O Sebrae Maranhão, por meio da sua regional em Balsas realizou durante 30 dias, consultorias e capacitações em turismo de aventura com a equipe de guias de turismo do Complexo Ecológico Pedra Caída, no Polo Turístico Chapada das Mesas, em Carolina/MA. Dezoito guias participaram das capacitações que visam gerar maior qualidade aos serviços de turismo de aventura oferecidos pela empresa.

Marcos Braga, chefe da equipe de guias do Complexo Pedra Caída, durante trilha ao Santuário juntamente com a gestora de projetos do Sebrae, Sandra Barcelos.

O objetivo é orientar o setor para a qualificação empresarial e inovação de processos de Sistema de Gestão de Segurança em Turismo de Aventura, em conformidade com norma da Associação Brasileira de Normas Técnicas – ABNT ISO 21101, contemplando escopo com três atividades: Tirolesa 1200m, Tirolesa 1400m e arvorismo, atividades já realizadas pelo complexo Pedra Caída. O chefe dos guias da Pedra Caída, Marcos Braga participou das capacitações e frisou a importância de absorver conhecimento técnico no segmento.

“Essa capacitação trouxe pra gente a possibilidade de entrarmos no nível nacional, no que diz respeito ao turismo de aventura, trouxe mais conhecimento técnico, um sistema nacional de gestão perfeito e orientação precisa para executar o trabalho em equipe. Tudo isso com certeza terá um resultado cada vez mais positivo para os clientes da Pedra Caída”, destacou Braga.

De acordo com o gerente da empresa, Antônio Lucena, com a orientação do Sebrae, agora todos os serviços estão implementados dentro da regras da ABNT e espera que logo no início de 2019 a empresa receba toda a certificação nacional do segmento de turismo de aventura.

A consultoria realizou visita técnica para qualificação empresarial de plano de manejo de visitação a partir de estudo de capacidade de carga e gestão de riscos, contemplando escopo com atividade de caminhada e visitação em sete cachoeiras, denominadas pontos turísticos.

“A ideia de trazer o Sebrae com essa capacitação é justamente orientar todos os nossos colaboradores que fazem o roteiro de turismo de aventura dentro da Pedra Caída. Fazer com que a gestão de segurança seja implementada, dando ainda mais segurança para os nossos visitantes. E o Sebrae, com certeza, tem grande importância nesse processo, haja vista, ser um parceiro de muitos anos do Complexo Pedra Caída e ter acesso à profissionais tão qualificados. Esperamos que ainda no início de 2019, uma auditoria seja feita para que tenhamos nossa certificação no segmento”, ressaltou Lucena.

Em recente visita realiza ao Complexo, a gerente regional do Sebrae em Balsas, Cecília Salata, pôde observar a aplicação dos processos de sistema de gestão de segurança, realizados a partir da capacitação do Sebrae e destacou a importância dessa etapa para o crescimento do turismo na região.

Gerente regional do Sebrae em Balsas, Cecília Salata e alguns dos guias do Complexo Pedra Caída certificados pela participação das capacitações.

“O Sebrae oferece a ferramenta, mas são os empresários e seus colaboradores que fazem as coisas acontecerem. Quando o Sebrae fala em empreendedorismo é justamente propiciar uma postura empreendedora, pois ser empreendedor é ser agente de transformação. Fico extremamente feliz em constatar esse processo evolutivo de profissionalização dos serviços oferecidos no Polo Turístico da Chapada das Mesas, do Complexo Ecológico Pedra Caída. Parabéns por quererem evoluir e transformar o lugar de vocês”, destacou Salata.

A CAPACITAÇÃO

Foi realizada a orientação para qualificação de pessoal em condutor de turismo de aventura conforme as normas brasileiras ABNT NBR 15285 – Líder – Competências de Pessoal e ABNT NBR 15502 – Técnicas verticais – Procedimentos.

O trabalho teve por objetivo a realização de consultoria em desenvolvimento setorial em turismo de aventura no município de Carolina, na região da Chapada das Mesa, no que tange a orientação para qualificação empresarial e inovação de processos de Sistema de
Gestão de Segurança em Turismo de Aventura, em conformidade com norma ABNT ISO 21101, contemplando escopo com três atividades: Tirolesa 1200m, tirolesa1400m e arvorismo.

A natureza na região de Carolina é bastante generosa em beleza e propícia para a realização das atividades de turismo de aventura verticais.

O foco também foi na orientação para qualificação de pessoal em condutor de turismo de aventura, conforme as normas brasileiras ABNT NBR 15285 – Líder – Competências de Pessoal e ABNT NBR 15502 – Técnicas verticais – Procedimentos.

A capacitação técnica, realizada por meio de consultor credenciado ao Sebrae, foi para trabalhar a qualificação empresarial de plano de manejo de visitação, a partir de estudo de capacidade de carga e gestão de riscos.

 

 

 

 

Por Ângela Barros/Sebrae-Balsas

DEIXE UMA RESPOSTA