A partir do dia 5 de novembro a SEFAZ dará início a uma ampla pesquisa de satisfação dos usuários dos serviços fazendários.

A partir do dia 5 de novembro a SEFAZ dará início a uma ampla pesquisa de satisfação dos usuários dos serviços fazendários. O trabalho será realizado pela empresa especializada em pesquisa de opinião ESCUTEC, com foco nas Agências de atendimento e na área de atendimento dos Postos Fiscais.

A Secretaria da Fazenda pretende utilizar a pesquisa de satisfação como estratégia para obtenção de dados estatísticos que revelem o nível de satisfação de seus usuários, nos serviços oferecidos, tanto em balcões das agências, postos fiscais e demais áreas, como nos serviços ofertados no portal da Internet, fixando um padrão satisfatório de atendimento aos contribuintes.
pesquisa-opinião

Serão entrevistados cerca de 2.000 usuários, 1.500 pessoas diretamente nas áreas de atendimento e mais 500 contadores que serão selecionados por sorteio.

Assim, a SEFAZ solicita aos gestores das Agências, dos Postos e de todas as áreas de atendimento, que dêem o apoio necessário aos pesquisadores, aos quais deve ser franqueado o acesso às áreas de atendimento ao público para que possam realizar as entrevistas com os usuários.

A proposta é manter a pesquisa como uma prática sistemática anual para medir o nível de satisfação do usuário/contribuinte, cuja necessidade deve ser foco permanente das atenções do fisco estadual. Com a pesquisa será possível: definir dimensões da qualidade dos serviços; identificar estratégias para aperfeiçoar a qualidade no atendimento e marketing de relacionamento; fornecer subsídios para ações internas de capacitação a fim de aperfeiçoar o atendimento ao usuário; entre outros.

No desenvolvimento das atividades da Pesquisa será utilizada a estrutura da empresa ESCUTEC, sob a supervisão do gestor da Assessoria de Desenvolvimento Institucional (ASDIN), Fernando Resende, e o acompanhamento pelos gestores da  CEGAF/Agências, José Oliveira Ataíde, e da CEGAF/Mercadorias em Trânsito, Damázio Nazaré Junior.

A empresa de opinião vai organizar e acompanhar a Pesquisa, produzir o questionário contendo informações dos principais serviços; tabular os dados obtidos através dos questionários recebidos e apresentar o relatório da pesquisa à Câmara de Planejamento.

Além de acompanhar e supervisionar o trabalho desenvolvido pela ESCUTEC, a ASDIN divulgará os resultados que também servirão como referência para Projeto de Fortalecimento da Gestão Fiscal do Estado do Maranhão (PROFISCO).
A pesquisa vai levantar a opinião dos usuários dos serviços oferecidos quanto às seguintes variáveis: Qualidade dos serviços; Cordialidade dos servidores; Confiabilidade das informações; Conforto das instalações; Eficiência no atendimento; e Rapidez no atendimento.

Fonte: Escutec

DEIXE UMA RESPOSTA