Se aprovado, o Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão tem que fazer plebiscito para falar da criação do novo Estado.

O senador Siqueira Campos (DEM-TO) protocolou  no último dia 13 de agosto um projeto de decreto legislativo para a criação do Estado do Maranhão do Sul. Além de Siqueira, a senadora do Maranhão, Eliziane Gama (Cidadania), e mais 25 senadores assinam o projeto, que já está tramitando na CCJ do Senado.

O senador cita entre as justificativas a diferença de colonização entre a região norte e sul do estado. Se o projeto for aprovado, o Tribunal Regional do Maranhão realizará plebiscito para que a população maranhense decida pela divisão ou não do Estado.

Líder que deflagrou o movimento popular pela criação dos estados do Tocantins e do Amapá, durante a Assembleia Constituinte de 1988, Siqueira Campos defendeu, na cerimônia de posse, dia 16 de julho, a criação de mais 13 estados no Brasil.

Em seu discurso, emocionado, Siqueira Campos citou verso do poeta Carlos Drummond de Andrade para dizer como se sente: “Tenho duas mãos e o sentimento do mundo”. O senador afirmou que é preciso ser solidário ao povo brasileiro, especialmente aos pobres. Também defendeu a criação de mais 13 estados, que, segundo ele, seria o mínimo, pois o ideal seria que o Brasil tivesse 50 estados.
Siqueira passou 29 dias no exercício do mandato, voltando o titular, senador Eduardo Gomes.

Fariam parte do Estado do Maranhão do Sul os municípios de Açailândia, Alto Parnaíba, Amarante, Arame, Balsas, Barra do Corda, Benedito Leite, Bom Jesus das Selvas, Buriticupu, Buritirana, Campestre do Maranhão, Carolina, Cidelândia, Davinópolis, Estreito, Feira Nova, Fernando Falcão, Formosa da serra Negra, Fortaleza dos Nogueiras, Governador Edison Lobão, Grajaú, Imperatriz, Itaipava do Grajaú, Itinga do Maranhão, Jenipapo dos Vieiras, João Lisboa, Lajeado Novo, Loreto, Mirador, Montes Altos, Nova Colina, Nova Iorque, Patos Bons, Porto Franco, Riachão, Ribamar Fiquene, Sambaíba, São Domingos do Azeitão, São Félix de Balsas, São Francisco do Brejão, São João do Paraíso, São Pedro da Água Branca, São Pedro dos Crentes, São Raimundo das Mangabeiras, Senador La Roque, Sítio Novo, Sucupira do Norte, Tasso Fragoso e Vila Nova dos Martírios.

Assinaram o PL os senadores Siqueira Campos (TO), Eliziane Gama (MA), Kátia Abreu (TO), Alessandro Vieira (SE), Alvaro Dias (PR), Mailza Gomes (AC), Maria do Carmo (SE), Arolde de Oliveira (RJ), Soraia Thronicke (MS), Zanaide Maia (RN), Chico Rodrigues (RR), Dário Berges (SC), Elmano Férrer (PI), Humberto Costa (PE), Jarbas Vasconcelos (PE), Jorginho Melo (SC), José  Maranhão (PB), Luis Carlos (RS), Marcos do Val (ES), Otto Alencar (BA), Paulo Rocha (PA), Plínio Valério (AM), Randolfe Rodrigues (AP), Valentim (RN), Telmário Mota (RR), Vital do Rêgo (PB) e Zequinha Marinho (PA).

DEIXE UMA RESPOSTA