A 4ª Vara de Balsas realizou dia 14/02 a primeira audiência criminal por meio de videoconferência da comarca, com a oitiva de um acusado que se encontra recolhido no Complexo Penitenciário de Pedrinhas. A audiência foi presidida pelo juiz Tonny Carvalho Araújo Luz, titular da unidade, com a presença de representantes do Ministério Público, advogado e partes, além do corregedor-geral da Justiça, desembargador Marcelo Carvalho Silva, e do juiz auxiliar da CGJ-MA Raimundo Bogéa.

A realização de audiências através de videoconferência está sendo ampliada pelo Poder Judiciário, com a instalação de equipamentos por meio da Diretoria de Informática do TJMA, sistemas implantados no Complexo Penitenciário de Pedrinhas e nos fóruns judiciais que são sede de polo judicial no Estado.

As salas de videoconferência permitem a interligação via internet entre os dois locais, evitando a necessidade de deslocamento dos presos às comarcas para serem ouvidos pelos juízes, o que reduz gastos com deslocamento e garante maior segurança ao procedimento.

Para o corregedor-geral da Justiça, desembargador Marcelo Carvalho Silva, a ampliação das audiências a distância traz vantagens tanto ao Poder Judiciário quanto ao Executivo, pois vai reduzir os gastos públicos com o deslocamento diário de presos aos fóruns, além de aumentar a segurança de todos os envolvidos no processo. “O Poder Público destina altos custos com o transporte de presos, recursos que podem ser aplicados em melhorias no sistema de execução penal do Estado”, observou.

Até o final deste ano, o Poder Judiciário vai implantar o sistema de videoconferência em todas as comarcas de entrância intermediária do Estado, ampliando a realização de audiências a distância e reduzindo a necessidade de deslocamento de presos.

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA