Todos receberão acima da remuneração do governador do Maranhão, que é de pouco mais de R$ 15,4 mil

Um “acordaço” promoveu o aumento salarial da prefeita eleita de Zé Doca e irmã do deputado estadual Josimar de Maranhãozinho, o Moral da BR (PR), Maria Josenilda Cunha Rodrigues, a Josinha Cunha (PR); da vice-prefeita eleita, Ana Angélica Moura Sampaio (PSD); dos vereadores eleitos e reeleitos da Câmara; e de todos os futuros secretários do município.

O aumento foi aprovado, em unânime, pelo Plenário da Câmara de Vereadores da cidade, há pouco mais de um mês. Pelo acerto, os vencimentos da prefeita e vice eleitas teve um aumento de 25%; do secretariado o acréscimo de 71%; além de 85% nos salários dos próprios vereadores – isso tudo para participar de apenas uma sessão por semana.

Pela proposta, em vez de receber 16 mil mensais reais, Josinha Cunha passará a receber 20 mil reais; e Ana Sampaio passará de 8 mil reais para 10 mil reais. Os parlamentes da cidade, que atualmente ganham 6 mil reais, passarão a receber 11 mil reais. Já o salário dos secretários municipais pula de 3,5 mil reais para 6 mil reais.

O projeto foi elaborado e sancionado pela própria Câmara de Vereadores. De acordo com a Lei Orgânica do município, o texto não precisa ir à sanção do Poder Executivo municipal para entrar em vigor. Pelo texto, o reajuste passa a valer a partir de janeiro de 2017. Se sancionado, todos passarão a ganhar acima da remuneração do governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), que atualmente recebe pouco mais de 15,4 mil reais.

Revoltada, a população de Zé Doca tem colhido assinaturas para derrubar o aumento. Mais de 2 mil pessoas já assinaram uma petição popular que dará origem a uma ação na Justiça.

Fonte: Atual7

DEIXE UMA RESPOSTA